LHLN_Thumb
09.FEV.17 - 17:20

Do Minho para Cabo Verde

O «batuco» e o «malhão» fundiram-se por momentos na cidade de Santa Cruz, em Cabo Verde. Durante alguns dias, cinco estudantes da UMinho levaram até este país africano as tradições minhotas, aproveitando também para conhecer a cultural local.

Cinco estudantes da Universidade do Minho organizaram um intercâmbio cultural em Cabo Verde, que juntou algumas das tradições da região de Braga e da cidade cabo-verdiana de Santa Cruz. A atividade decorreu na semana passada e incluiu a inauguração de uma exposição fotográfica intitulada «Olhares pelo Baixo Minho».

A exposição contou com imagens dos diferentes trajes usados nos finais do século XIX, inícios do século XX, apresentadas pelo Grupo Folclórico da Universidade do Minho. Também foram contempladas as tradicionais festas do São João de Braga.

Neste intercâmbio cultural, a dança representou um papel importante na aproximação entre as cidades portuguesa e cabo-verdiana. Do «batuco», tradicional de Santa Cruz, aos viras e malhões, típicos do Baixo Minho, a comunidade presente teve a oportunidade de trocar experiências, aprender, dançar alguns passos e descobrir sonoridades.

Os alunos da academia minhota partilharam também conhecimentos das suas áreas de estudo com a população local. A iniciativa realizou-se em parceria com a Câmara Municipal de Santa Cruz, o Liceu Alfredo da Cruz Silva e a Casa de Acolhimento Manuela Irgher. 

Facebook Twitter