LHLN_Thumb
22.JUN.17 - 16:32

Crastoeiro recebe prémio Secil Universidades

Joel Dinis, antigo aluno de Arquitetura da UMinho, foi agraciado com o Prémio Secil Universidades Arquitetura. O trabalho do investigador sobre o castro do Crastoeiro foi um dos trabalhos distinguidos durante uma cerimónia em Lisboa

A tese de mestrado “O Crastoeiro, a biografia do Lugar como instrumento no projeto de Arquitetura” foi distinguida com o Prémio Secil Universidades Arquitetura. O seu autor, Joel Dinis, é um antigo aluno da Universidade do Minho.

Um importante povoado na Idade do Ferro, o castro do Crastoeiro situa-se na vertente oeste do monte da Sra. Da Graça, em Mondim de Basto. O “lugar” junta uma série de significados, ilustrados com arte rupestre e pelas típicas construções castrejas. O espaço tem assim um elevado valor histórico, patrimonial e científico.

Orientado por Maria Manuel Oliveira, presidente da Escola de Arquitetura da UMinho, o investigador Joel Dinis procurou valorizar o Crastoeiro, atribuindo-se uma intervenção contemporânea. O projeto articula o castro com outras manifestações legadas na paisagem e propõe a criação de um abrigo interpretativo que incorpora e tenta revelar possíveis leituras mágicas do “lugar”.

Com 26 anos, Joel Dinis fez o mestrado integrado em Arquitetura na UMinho e colaborou no Centro de Estudos da Escola de Arquitetura do Minho. O investigador foi premiado com um diploma e 5000 euros.

O Prémio Secil Universidades Arquitetura procura incentivar a qualidade do trabalho de jovens provenientes de Escolas de Arquitetura e Engenharia portuguesas, promovendo o seu reconhecimento público. A cerimónia de entrega de prémios decorreu em Lisboa, com o Alto Patrocínio do Presidente da República, e homenageou ainda trabalhos das universidades de Évora, Porto, Lisboa e Autónoma de Lisboa.

Facebook Twitter