LHLN_Thumb
13.FEV.17 - 16:34

A Cantina Amarela vai renascer

Boas notícias para os estudantes da Universidade de Coimbra: a Cantina Amarela irá reabrir no próximo ano letivo. Com um conceito novo e arrojado, o novo espaço quer fazer com que os estudantes se sintam em casa.

A Cantina Amarela da Universidade de Coimbra, que está atualmente fechada para obras devido à falta de condições, deve reabrir no próximo ano letivo. O edifício, construído no final dos anos 80, manteve-se em funcionamento até 2013, ano em que fechou parcialmente – sendo encerrado na totalidade em 2016.

O novo espaço trará um conceito irreverente, «polivalente e multicultural», revela a administradora dos Serviços de Ação Social da UC (SASUC), Regina Bento. «A reabertura da Cantina Amarela representa a devolução à comunidade universitária de um equipamento muito acarinhado por gerações de estudantes, renovado, quer na infraestrutura, quer nas condições de conforto, quer ainda nas possibilidades de fruição do espaço», explica a responsável dos SASUC.

Regina Bento assinala ainda que, além de «diversas opções a nível alimentar», a Cantina será também um «espaço para estar, estudar e usufruir de momentos culturais». Em sintonia, a arquiteta do projeto, Manuela Nogueira, garante que o lugar vai ficar mais informal para que se possa «ler, tocar, ver um filme ou um documentário, fazer uma apresentação, um concerto, ver um jogo de futebol».

O reitor da UC, João Gabriel, assegura que a requalificação deste espaço é o «maior investimento em cantinas realizado pela Universidade de Coimbra nos últimos trinta anos». O valor de concessão é de cerca de 700 mil euros e as obras estão a ser suportadas totalmente pela mais antiga instituição de Ensino Superior do país.

Nas fotos: Imagens em 3D de como será a Cantina Amarela após a requalificação

Facebook Twitter